• clinicahopesp

A cirurgia bariátrica pode afetar a fertilidade masculina?


Homens que foram submetidos à cirurgia bariátrica como forma de perder peso, a longo prazo, também podem se beneficiar do aumento dos níveis de testosterona no pós-operatório. No entanto, não há evidências de que a qualidade do esperma do paciente melhore. Estes são os resultados de uma revisão sistemática e metanálise, publicada na revista médica Obesity Surgery.


Queda no desempenho sexual, alterações hormonais e menor satisfação sexual estão entre as muitas desvantagens da obesidade. Sabemos que homens obesos podem apresentar níveis mais baixos de testosterona, menor satisfação sexual e fertilidade reduzida em comparação aos homens com peso normal. Em média, as chances de infertilidade masculina aumentam em 10% a cada nove quilos que um homem está acima do peso.


Até agora, a maioria dos estudos sobre a relação entre fertilidade e cirurgia bariátrica tem sido focada nas mulheres. Então, os pesquisadores decidiram revisar a pesquisa disponível sobre a influência desse procedimento nos hormônios sexuais masculinos e na qualidade do esperma.


“À medida que a prevalência de infertilidade masculina e da cirurgia bariátrica aumentam, o conhecimento sobre como a intervenção cirúrgica afeta os resultados da fertilidade pode fazer com que pacientes e cirurgiões tomem decisões mais acertadas sobre a realização deste procedimento”, afirma a especialista em Reprodução Humana, Melissa Cavagnoli, diretora da Clínica Hope.


Ao todo, 28 estudos realizados entre 1998 e 2018, com base em dados de mais de 1000 pacientes, foram incluídos na revisão. Todos os estudos examinaram o efeito da cirurgia bariátrica nos hormônios sexuais masculinos ou nas características espermáticas em pacientes com obesidade.


Os pesquisadores descobriram que os níveis de testosterona dos pacientes aumentaram significativamente após a cirurgia bariátrica. Consistente com o aumento da testosterona, os níveis dos hormônios LH, FSH e SHBG também foram aumentados. A quantidade de hormônios sexuais femininos estradiol e prolactina também diminuiu notavelmente. A função erétil também aumentou significativamente após a cirurgia bariátrica. No entanto, as características espermáticas, como volume, concentração e motilidade não mudaram muito. De fato, vários casos relataram o agravamento de tais parâmetros espermáticos.

Isso pode ocorrer porque quaisquer alterações hormonais positivas, após a cirurgia bariátrica são contrabalançadas por má absorção e insuficiência nutricional. “A cirurgia bariátrica parece ser eficaz no aumento dos hormônios sexuais masculinos e na diminuição dos hormônios sexuais femininos em pacientes obesos do sexo masculino. No entanto, a revisão também sugere que a cirurgia bariátrica não traz benefícios nos parâmetros espermáticos”, afirma Melissa Cavagnoli.


Estudos comparativos de longo prazo ou ensaios clínicos randomizados controlados adequadamente são necessários para examinar melhor o impacto da cirurgia bariátrica nos hormônios sexuais masculinos e na qualidade do esperma.

#INFERTILIDADEMASCULINA

39 visualizações0 comentário