• clinicahopesp

Baixo peso e menopausa precoce: entenda essa relação


A magreza excessiva pode interferir nos planos de quem deseja engravidar. Segundo um estudo, realizado com quase 80 mil mulheres, publicado no Human Reproduction, mulheres com muito baixo peso e mulheres que apresentavam baixo peso na adolescência ou na faixa dos 30 anos correm maior risco de apresentar menopausa precoce, em comparação com mulheres magras ou com peso normal.


Além disso, mulheres com baixo peso que perderam 20 quilos ou mais, pelo menos três vezes, entre as idades de 18 e 30 anos, apresentam risco significativamente maior de menopausa precoce, que é definida como uma menopausa natural antes dos 45 anos.

Para realizar o estudo, os pesquisadores acompanharam as participantes desde os 25 anos até a menopausa, um dos mais longos períodos registrados numa pesquisa. Informações da adolescência das participantes também foram coletadas.


“As descobertas sugerem que as mulheres que estão abaixo do peso, no início ou na metade da idade adulta, podem estar sob maior risco de menopausa precoce. Até 10% dessas mulheres entram na menopausa precocemente, que está associada a um maior risco de doença cardiovascular e outras condições de saúde, como infertilidade, declínio cognitivo, osteoporose e morte prematura”, afirma a médica ginecologista e obstetra, Amanda Volpato, da Clínica Hope.


Principais conclusões do estudo

Os pesquisadores analisaram o índice de massa corporal (IMC), distribuição de peso, mudança de peso e tempo de menopausa de 78.759 mulheres na pré-menopausa, entre 25-42 anos, que integraram o Nurses Health Study II, em 1989.


As mulheres forneceram informações sobre seu histórico médico e comportamentos relacionados à saúde, como tabagismo e exercícios físicos, no momento de ingressar no estudo, e então atualizaram as informações por meio de questionários a cada dois anos. Os pesquisadores as acompanharam até 2011, quando 2.804 mulheres relataram menopausa natural precoce. Dentre as conclusões dos pesquisadores, destacam-se as seguintes informações:

· Mulheres que estavam abaixo do peso em qualquer idade (IMC inferior a 18,5 kg / m2) apresentavam um aumento significativo de 30% no risco de menopausa precoce em comparação com mulheres magras ou com peso normal (IMC entre 18,5-22,4 kg / m2).;

· Mulheres com excesso de peso, com IMC entre 25-29,9 kg / m2, apresentavam um risco 21-30% menor de menopausa precoce em comparação com mulheres com peso normal;

· Mulheres que estavam abaixo do peso, com um IMC inferior a 17,5 kg / m2, tiveram um risco 50% maior de menopausa precoce em comparação com mulheres magras ou com peso normal;

· Mulheres com IMC inferior a 18,5 kg / m2, aos 35 anos, tiveram risco aumentado em 59%;

· Mulheres com baixo peso que relataram perder 20 quilos ou mais, três vezes ou mais, entre as idades de 18 e 30 anos, tiveram um aumento de 2,4 vezes no risco de menopausa precoce.

#menopausaprecoce, #infertilidadefeminina

DICIONÁRIO DA FERTILIDADE

Verbetes, causas e tratamentos sobre o universo da fertilidade. Nosso dicionário tem tudo o que você deseja saber.

FALE CONOSCO

Dúvidas, agendamento de consultas ou sugestões?

Fale com a Hope!

E-mail: contato@clinicahope.com.br

Telefones: +55 (11) 3887-3626  // +55 (11) 3884-7949

        Whatsapp: +55 (11) 94821-6406

REDES SOCIAIS

ICON-FACE.png
ICON-INSTA.png
ICON-TWITER.png
ICON-YT.png

NOSSOS PARCEIROS

labforlife.jpg
lgenomix.jpg
ivi.png
logo_fertility.png

As informações contidas em nosso website têm caráter informativo e educacional. O conteúdo jamais deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Em caso de dúvida, o médico deverá ser consultado, pois, somente ele está habilitado a praticar o ato médico (diagnóstico, tratamento, encaminhamento de um paciente e prevenção de agravos ao mesmo), conforme orientação do Conselho Federal de Medicina.

Diretor Clínico: Dra. Amanda Volpato Alvarez - CRM 122.447 - GINECOLOGIA E OBSTETRICIA - RQE nº 25680 - REPRODUÇÃO ASSISTIDA - RQE nº 25680-1

© 2020 | Projeta Comunicação